Ataque matou 77 pessoas

O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2012 | 03h06

Em julho do ano passado, Breivik detonou um carro-bomba no complexo governamental de Oslo, matando oito pessoas. Enquanto equipes de resgate trabalhavam no local, ele seguiu até a Ilha de Utoya, abriu fogo num acampamento da Juventude Trabalhista e matou outras 69 pessoas, a maioria jovens. Um relatório divulgado na semana passada apontou que a polícia falhou na resposta aos ataques, que poderiam ter sido impedidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.