Ataque na Bélgica matou pelo menos 4 e 75 feridos

Um homem armado com granadas e armas automáticas abriu fogo contra uma multidão no centro da cidade belga de Liège nesta terça-feira, matando pelo menos três pessoas e depois se suicidando, disse a procuradora de Liège, Danielle Reynders. Segundo ela, entre os mortos estão um adolescente de 15 anos, uma adolescente de 17 e uma idosa de 75. Policiais disseram que pelo menos 75 pessoas ficaram feridas. O jornal La Libre disse que entre os feridos está uma menina de 2 anos, em condições críticas.

AE, Agência Estado

13 de dezembro de 2011 | 14h47

O ministro do Interior da Bélgica, Peter Mertens, disse que a violência não foi um atentado terrorista. Relatos iniciais diziam que três homens armados começaram a disparar contra uma multidão em uma praça central de Liège. Imagens gravadas por celulares no local mostram pessoas correndo.

A polícia belga informou mais tarde que o atirador morto tinha um histórico de detenções por uso de drogas, agressões sexuais e posse ilegal de armas. Ele estaria sendo procurado pela polícia. Segundo a polícia, junto ao corpo do agressor foram encontradas granadas não detonadas. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BélgicaataqueLiègegranadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.