Ataque no centro da Virgínia deixa 3 mortos nos EUA

Origem do tiroteio seria disputa de terras entre familiares, segunfo informações da polícia

Agência Estado e Assocaited Press

23 de agosto de 2010 | 11h19

LOUISA - Um homem envolvido em uma disputa com outros membros da própria família por propriedades e outros bens abriu fogo em uma vizinhança rural no centro da Virgínia, matando duas pessoas e ferindo quatro, informaram autoridades. O suspeito, Charles Sponaugle, foi morto pela polícia.

 

Um funcionário do condado de Louisa, P.T. Spencer, disse nesta segunda-feira, 23, que Sponaugle e dois membros de sua família disputavam 1,5 acre de terras, após a mãe do suspeito ter morrido sem deixar testamento. "Nós já tivemos problemas com eles", afirmou Spencer, referindo-se à família. Ele estimou o valor da propriedade em US$ 25 mil. "É uma loucura", disse, comentando o caso.

 

Os disparos começaram na tarde do domingo nas proximidades da cidade de Louisa, afirmou o xerife do condado de mesmo nome, Donnie Lowe. Não foi divulgada a identidade das vítimas. Os feridos, incluindo um deles com risco de morte, foram levados ao centro médico da Universidade da Virgínia em Charlottesville.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAVirgíniaataquemortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.