Ataque quase matou ditador

O ditador iemenita, Ali Abdullah Saleh, está na Arábia Saudita desde junho, quando foi vítima de um ataque de tribos opositoras em seu complexo residencial. Ele já deixou o hospital em que se recuperou de queimaduras.

O Estado de S.Paulo

20 Setembro 2011 | 06h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.