Ataque realizado por aviões americanos mata 16 no Paquistão

Cinco mísseis caíram sobre casa que serviria de esconderijo para fundamentalistas

estadão.com.br,

24 de julho de 2010 | 03h53

PESHAWAR - Pelo menos 16 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas em ataque com mísseis realizado por um avião não-tripulado dos EUA em uma zona tribal do oeste do Paquistão.

 

O incidente aconteceu durante a madrugada deste sábado, 24, na localidade de Angora Adda, na conflituosa demarcação tribal do Waziristão do Sul, um das fortificações tradicionais do taleban e palco de ampla operação militar há alguns uns meses.

 

Segundo o canal "Geo TV", que não especificou suas fontes, cinco mísseis caíram sobre uma casa que supostamente servia como esconderijo para membros do movimento fundamentalista Tehrik-e-Taliban Pakistan.

 

Até o momento não foi possível identificar os mortos e comprovar sua relação com o movimento fundamentalista, pois na zona onde ocorreram os fatos não há funcionários governamentais.

 

Os trabalhos de resgate foram assumidos pelos próprios aldeões, que levaram feridos e mortos a um hospital próximo.

 

(Com agências internacionais)

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoterrorismotaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.