Ataque rebelde a escola síria deixa 29 crianças mortas

Um ataque rebelde a uma escola perto de Damasco, capital da Síria, resultou na morte de 29 alunos e de um professor nesta terça-feira, informa a mídia estatal do país.

AE, Agência Estado

04 de dezembro de 2012 | 13h17

Mais cedo, a agência estatal de notícias Sana informou que oito crianças e um professor haviam morrido na escola situada em Bteiha, no campo de Wafideen, próximo a Damasco. Ao atualizar o despacho, a Sana noticiou a morte de 30 pessoas, sendo 29 alunos e um professor.

De acordo com a Sana, a escola foi atingida por um morteiro lançado por "terroristas", forma como o governo refere-se aos rebeldes. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síriaviolênciaescola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.