Ataque rebelde deixa 11 mortos na Caxemira

Pelo menos 11 pessoas morreram em um ataque de supostos guerrilheiros islâmicos a um quartel policial na parte indiana da Caxemira, informaram neste domingo as autoridades locais.O incidente aconteceu na noite deste sábado na zona montanhosa de Gool, distrito de Udampur, cerca de 150 km ao norte de Jamu. Os agressores mataram um policial fora do quartel e logo depois invadiram o local, onde outros oito policiais e dois civis foram mortos a tiros e na explosão de granadas. Jamil Amed, do grupo rebelde Jamiat-ul-Muyahedín, declarou para uma agência de notícias local que o ataque foi realizado em conjunto por sua organização e por outro grupo chamado Harkat-i-Jehadi Islami.A polícia acredita que o atentado é uma represália a morte de um líder do grupo Muyahedín, na semana passada, por forças de segurança indianas na fronteira do Paquistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.