Ataque rebelde deixa 12 mortos no leste do Nepal

Centenas de rebeldes maoístas atacaram bases de segurança em Illam, cerca de 550 quilômetros ao leste de Katmandu, desencadeando uma troca de tiros que resultou na morte de pelo menos 12 pessoas. O ataque também deixou 12 policiais feridos, informaram autoridades locais nesta segunda-feira. Os rebeldes promoveram uma ofensiva contra a penitenciária de Illam e libertaram mais de cem detentos, inclusive supostos guerrilheiros. Krishna Prasad Poudel, comandante policial da região, disse que os rebeldes bloquearam a rodovia de acesso a Illam antes de iniciar o ataque na noite de ontem. Soldados recuperaram os corpos de oito rebeldes depois do tiroteio, disse um oficial do exército. Dois policiais e dois civis também morreram no episódio de violência. Doze policiais ficaram feridos nos choques, que se estenderam até a manhã desta segunda-feira. Soldados nepaleses foram enviados a Illam e vasculhavam a região em busca de rebeldes.

Agencia Estado,

06 Março 2006 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.