AP Photo/ Ahmad Wali Sarhadi
AP Photo/ Ahmad Wali Sarhadi

Ataque suicida com carro-bomba destrói hospital no Afeganistão

Taleban reivindicou autoria do ataque; grupo rebelde intensificou combate desde que conversas sobre acordo de paz com os EUA foram encerradas

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2019 | 03h41

CABUL - Um carro-bomba matou pelo menos 12 pessoas na província de Zabul, no Afeganistão, na madrugada desta quinta-feira, 19. De acordo com o governo afegão, o ataque suicida aconteceu ao lado de um hospital. A força da explosão danificou fortemente a estrutura do hospital e de outras construções.

Segundo o porta-voz do governador da província, Gul Islam Seyal,  12 pessoas morreram em decorrência da explosão. Durante a madrugada, agências internacionais noticiaram que o número de mortes confirmadas havia subido para 20, com pelo menos 90 feridos.

O Taleban reivindicou a autoria do ataque, declarando que o alvo na verdade seria um prédio do departamento de inteligência do governo. O grupo rebelde vem coordenando ataques diários no Afeganistão desde que as conversas sobre um possível acordo de paz com os Estados Unidos foram encerradas no começo do mês.

O chefe do conselho provençal de Zabul, Atta Jan Haqbayan, disse que o muro do Departamento Nacional de Segurança (NDS) ficou danificado. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistão [Ásia]terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.