Ataque suicida de talibãs afegãos deixa vários mortos

CABUL - Várias pessoas morreram ou ficaram feridas neste domingo em ataques suicidas perpetrados pelos talibãs afegãos na cidade de Kunduz e em Cabul, segundo informaram diferentes fontes oficiais.

Efe,

19 de dezembro de 2010 | 06h47

 

Em Kunduz, capital da província homônima, um grupo formado por quatro insurgentes atacou um centro de formação do Exército e enfrentou a tiros as forças da ordem.

 

O centro de formação fica a apenas 200 metros do centro da capital da província, à qual ontem foi em visita surpresa a chanceler alemã, Angela Merkel, para se reunir com as tropas alemãs desdobradas na região.

 

O ataque suicida de Cabul aconteceu pouco depois e causou a morte de um civil, segundo o porta-voz do Ministério do Interior, Zemarai Bashary, embora o chefe da Polícia local, Ayub Salangi, disse que não causou vítimas.

 

De acordo com essas fontes oficiais, três suicidas atacaram um ônibus militar em frente do quartel americano de Camp Phoenix, na conflituosa estrada de Jalalabad, no distrito 9 de Cabul.

 

Os talibãs já reivindicaram a autoria tanto do ataque de Kunduz como deste atentado suicida, e disseram haver causado a morte de 12 soldados no primeiro ataque e de 13 no segundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.