Ataque suicida em Bagdá deixa 32 mortos e 46 feridos

Um ataque suicida próximo a uma base militar no norte de Bagdá matou pelo menos 27 pessoas e deixou 46 feridos nesta terça-feira, segundo autoridades. Um homem-bomba detonou um carro repleto de explosivos quando os soldados estavam mudando de turno.

AE, Agência Estado

06 de novembro de 2012 | 12h26

A explosão aconteceu por volta do meio-dia (horário local), quando as tropas estavam deixando a base em Taiji, 20 quilômetros ao norte da capital, declarou a polícia. Entre os mortos, estão dezenove soldados. No entanto, as autoridades avisam que o número de baixas ainda pode aumentar, visto que muitos feridos estavam em estado grave. Além disso, vários veículos foram danificados.

O número de pessoas atingidas foi elevado porque a explosão ocorreu enquanto um grande número de soldados caminhavam a pé para uma área de estacionamento, onde esperariam micro-ônibus para levá-los ao trabalho, disseram autoridades.

Foi o segundo ataque em Taji em menos de 24 horas. Na segunda-feira, um outro ataque com carro-bomba atingiu uma patrulha do Exército próximo ao local do ataque de hoje, deixando oito pessoas feridas. Também ontem, outra explosão, ocorrida perto de um mercado de um bairro xiita nas cercanias de Bagdá deixou quatro mortos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.