Ataque suicida fere quatro soldados da Otan no Afeganistão

Quatro soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ficaram feridos em um ataque suicida cometido na sexta-feira à noite na província de Paktika, no sudeste do Afeganistão, segundo fontes oficiais.O incidente ocorreu no distrito de Bermal, quando um suicida jogou seu carro carregado com explosivos contra um veículo militar que fazia parte de um comboio conjunto do Exército afegão e da Força para a Assistência à Segurança do Afeganistão (Isaf), sob comando da Otan.O governador da província, Akram Khepilwak, confirmou à Efe que quatro soldados da Isaf ficaram feridos, mas não informou sua nacionalidade. Nenhum dos militares afegãos sofreu ferimentos.O major Dominic Whyte, porta-voz da Isaf em Cabul, confirmou o ataque suicida, mas evitou dar dados sobre possíveis vítimas. A maior parte das tropas mobilizadas na região do atentado é deamericanos.O ataque ocorreu horas depois que forças afegãs e da Isaf mataram 15 supostos talibãs na província de Helmand (sul), onde outros três rebeldes morreram na explosão de uma mina que estavam tentando colocar na estrada, informou o Ministério da Defesa. O Afeganistão viveu em 2006 o ano mais sangrento desde a queda do regime talibã, em 2001, com mais de 4 mil mortos, mil deles civis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.