Ataque suicida mata 12 pessoas em Bagdá

Um ataque suicida a bomba matou 12 pessoas e feriu ao menos outras 38 em um bar em Bagdá na noite de ontem, informaram autoridades do Iraque nesta quinta-feira.

AE, Agência Estado

20 de março de 2014 | 16h04

O atentado ocorreu no bairro de Washash, na região Oeste de Bagdá. O homem-bomba se infiltrou entre as pessoas que assistiam a um jogo de futebol no bar e detonou seus explosivos.

Em outro incidente, em uma cidade ao sul de Bagdá, uma bomba explodiu dentro de um café, matando quatro pessoas e ferindo outras 12, segundo a polícia local.

Nenhum grupo assumiu ainda a responsabilidade por esses ataques, que têm características das ações da Al-Qaeda, que frequentemente usa carros-bomba e ataques suicidas em áreas públicas como cafés, restaurantes, mesquitas e mercados com o objetivo de minar os esforços do governo para manter a segurança do país.

O Iraque tem sido atingido por uma onda de violência jamais vista desde 2007. A série de ataques se tornou o mais sério desafio do governo liderado por xiitas antes das eleições parlamentares programadas para abril.

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, a Embaixada dos Estados Unidos em Bagdá condenou fortemente os ataques. "Nas últimas semanas, centenas de iraquianos, incluindo mulheres e crianças, foram mortos ou feridos por terroristas que buscam seus objetivos através da matança sem sentido dos inocentes", informava o texto. "Os Estados Unidos estão com o povo iraquiano e continuará a apoiar a luta do governo do país contra o terrorismo." Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.