Ataque suicida mata 18 em Peshawar, no Paquistão

Um agressor suicida se explodiu do lado de fora de um tribunal em Peshawar na quinta-feira, matando 18 pessoas, informaram autoridades, na última de uma série de ataques na cidade localizada no noroeste do Paquistão.

FARIS ALI, REUTERS

19 Novembro 2009 | 09h12

A cidade, próxima à fronteira com o Afeganistão, tem sido alvo de ataques desde que o Exército iniciou uma ofensiva contra o Taliban no Waziristão do Sul no mês passado e militantes intensificaram as retaliações.

"O agressor estava a pé e se explodiu quando guardas tentaram revistá-lo no portão do tribunal", disse o administrador da cidade Sahibzada Anis a jornalistas.

O Exército iniciou a ofensiva no Waziristão do Sul em 17 de outubro, com o objetivo de expulsar militantes que iniciaram uma guerra contra as forças de segurança em 2007.

Os militantes responderam com a intensificação de ataques em áreas urbanas. Vários ataques suicidas aconteceram neste mês no Paquistão, cinco deles em Peshawar, e cerca de 110 pessoas foram mortas.

(Reportagem adicional de Zeeshan Haider e Kamran Haider)

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTAO SUICIDA DEZOITO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.