Ataque suicida mata 28 em mesquita sunita de Bagdá

Autoria não foi reivindicada; país registra aumento de violência.

BBC Brasil, BBC

28 de agosto de 2011 | 19h15

Um atentado suicida matou ao menos 28 pessoas e feriu cerca de outras 30 dentro da maior mesquita sunita da capital do Iraque, Bagdá, neste domingo.

O ataque ocorreu durante as orações na mesquita sunita de Umm al-Qura no oeste da cidade.

Um parlamentar estaria entre os mortos, segundo a agência de notícias Associated Press.

O ataque acontece ao final do Ramandã, o mês sagrado dos muçulmanos.

A mesquita abriga também a sede da Waqf, a entidade semi-governamental responsável pela manutenção de locais religiosos sunitas em Bagdá.

"Um homem-bomba entrou na área principal da mesquita e detonou seus explosivos", disse Qutaiba al-Falahi, um porta-voz da entidade segundo a agência de notícias Reuters.

Nenhum grupo assumiu imediatamente a autoria do ataque.

Vem ocorrendo recentemente um aumento da violência no Iraque, embora ela seja muito menor do que a registrada nos anos de 2006 e 2007.

Na sexta-feira, pelo menos 13 pessoas foram mortas em uma série de ataques pelo país, em Basra, Falluja e Bagdá.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.