Ataque suicida mata 4 e fere dezenas no Paquistão

Um insurgente fez um ataque suicida a bomba contra uma estação de polícia neste sábado em Karak, no noroeste do Paquistão, matando dois policiais e dois civis e ferindo dezenas de pessoas, tanto civis quanto militares.

AE-AP, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 11h44

Os feridos foram levados para um hospital próximo, alguns em estado grave. Imagens de televisão mostravam carcaças de veículos e agentes de resgate movendo escombros à procura de sobreviventes. Uma mesquita próxima também foi atingida.

Ninguém reivindicou a autoria do atentado. Karak situa-se perto de Waziristan do Sul, uma região onde o exército do país lançou uma grande ofensiva em outubro. Embora o governo afirme que essa operação está concluída, o exército permanece no local e conduz buscas.

Também hoje, Safwat Ghayur, comandante do grupo paramilitar Frontier Corps, disse ter matado 25 militantes perto do distrito de Darra Adam Khel durante uma operação conjunta com a polícia na quinta e sexta-feira. Um integrante da força de segurança morreu e cinco outros ficaram feridos nos combates, disse o comandante. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.