Ataque suicida mata líder sunita pró-EUA

Um homem-bomba matou ontem em Bagdá Riyadh al-Samarrai, um importante líder de um grupo sunita que apóia os EUA. Apesar de a violência na capital iraquiana estar diminuindo, os ataques a sunitas aliados dos americanos aumentaram desde que eles aceitaram formar patrulhas para fazer a segurança de diversos bairros de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.