Ataque suicida mata policial afegão e Otan mata 2 civis

Aliança lamenta morte de adulto e criança em reação a atentado a bomba contra soldados no país

Associated Press e Agência Estado,

07 de janeiro de 2008 | 09h40

Um militante suicida numa motocicleta atacou nesta segunda-feira, 7, uma patrulha da polícia de fronteira no sul do Afeganistão, matando um policial e ferindo gravemente outros quatro. O ataque contra o veículo da patrulha ocorreu no distrito Spin Boldak, na província de Kandahar.  Na província vizinha de Uruzgan, tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) reagindo a um atentado a bomba contra seus soldados mataram dois civis - um adulto e uma criança - e feriram outros cinco, entre eles três crianças. Não houve baixas entre os soldados da Otan. A aliança atlântica lamentou num comunicado as mortes ocorridas nas proximidades de Tirin Kot, capital provinciana. "A Otan lamenta sinceramente a perda desses civis e se entristece por ter sido resultado de um ataque deliberado contra suas forças que foram instigadas pelos insurgentes", afirma o comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.