Louai Beshara/AFP
Louai Beshara/AFP

Ataque suicida na Síria mata 9 e fere quase 30

Acordo com a ONU tem sido amplamente ignorado nas duas últimas semanas

AE, Agência Estado

27 de abril de 2012 | 10h50

DAMASCO - Pelo menos nove pessoas morreram e quase 30 ficaram feridas nesta sexta-feira, 27, num ataque suicida lançado em frente a uma mesquita de Damasco, a capital síria, informou a TV estatal do país.

Veja também:

linkAtaque suicida na Síria mata 9 e fere quase 30

linkExplosão atinge sede de milícia pró-Assad em Damasco

O atentado foi o último a comprometer o acordo de cessar-fogo em vigor desde o último dia 12, parte de um plano elaborado pelo mediador internacional da ONU e da Liga Árabe, Kofi Annan, para tentar restabelecer a paz na Síria, que está em convulsão desde março do ano passado, quando teve início o levante contra o regime do presidente Bashar Assad.

A trégua tem sido amplamente ignorada nas duas últimas semanas e a ONU conta com apenas 15 monitores no país para observar o cumprimento do acordo.

Nos últimos meses, ocorreram no país inúmeros ataques que o governo atribuiu a "terroristas" que tentam desestabilizar o país. Os ativistas da oposição normalmente rechaçam a acusação e culpam as forças sírias pelos ataques que teriam o objetivo de macular o movimento contra Assad, cuja família governa a Síria há mais de quatro décadas.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.