Ataque suicida no Iraque; EUA detêm mais um procurado

Um carro-bomba explodiu na frente de uma delegacia de polícia em Baqouba, 60 quilômetros a nordeste de Bagdá, matando o motorista e duas pessoas que estavam no local. Outras 30 ficaram feridas, incluindo pedestres e policiais. Os guardas abriram fogo contra o veículo quando o condutor não obedeceu à ordem de parar. Logo depois, ele jogou o carro contra o muro do prédio.Em Samarra, no chamado "triângulo sunita", soldados americanos mataram oito iraquianos depois de sua patrulha ter sido atacada a tiros, segundo militares dos EUA.Os americanos anunciaram ainda ter capturado, no domingo, em Ramadi, oeste de Bagdá, Khamis Sirhan al-Muhammad, um ex-presidente regional do Partido Baath e comandante miliciano, o número 54 da lista dos 55 mais procurados pelos americanos. O general de brigada Mark Kimmit, dos EUA, disse que al-Muhammad era um financiador de ações da resistência na região. Hoje, numa operação de busca durante a madrugada em Samarra, 110 km ao norte de Bagdá, os militares americanos detiveram quatro sobrinhos do ex-vice-presidente Izzat Ibrahim al-Douri. Existe uma recompensa de US$ 10 milhões pela cabeça de al-Douri, acusado de planejar ataques da resistência contra forças dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.