Ataque suicida talibã deixa pelo menos 5 mortos em hotel no Afeganistão

Dois dos quatro terroristas ainda estariam no local do atentado, região de Cabul

Efe,

22 de junho de 2012 | 01h15

Atualizado às 2h45

 

CABUL - Pelo menos cinco pessoas morreram, entre elas dois seguranças e um policial, durante um ataque suicida que continua ocorrido no final da noite de quinta-feira, 21, em um hotel situado nos arredores de Cabul, informou uma fonte oficial. Dois dos quatro terroristas ainda estariam no hotel.

 

 

A hospedagem fica nas proximidades do lago Qargha e, segundo detalhou à Agência Efe o porta-voz do Ministério do Interior afegão, Sediq Sediqui, o ataque foi perpetrado por quatro talibãs, dos quais dois morreram e outros dois continuam entrincheirados no local. O porta-voz disse à agência local "AIP" que por enquanto já foram resgatadas 40 pessoas do interior do edifício, entre elas mulheres e crianças, embora se desconheça se há mais civis no hotel.

 

Um dos porta-vozes talibãs, Zabihullah Mujahid, reivindicou à Efe a autoria do ataque, que, segundo ele, aconteceu "porque no interior do hotel se praticava a prostituição". Os ataques suicidas são um dos recursos mais usados pelos insurgentes talibãs em sua luta contra o Governo afegão e as tropas internacionais desdobradas no país, embora os civis sejam as principais vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.