Ataque teria ferido líder taleban

Paquistão afirma que Exército atingiu Maulana Fazlullah em ofensiva no nordeste do país

AP, NYT E REUTERS, O Estadao de S.Paulo

09 de julho de 2009 | 00h00

Um importante líder do Taleban paquistanês foi ferido ontem durante um ataque aéreo do Exército do Paquistão no Waziristão do Sul, no nordeste do país. Segundo autoridades em Islamabad, Maulana Fazlullah sofreu ferimentos graves a ponto de não mais oferecer resistência.Conhecido como "mulá da FM" por causa de seus discursos inflamados transmitidos por rádio, Fazlullah comanda os militantes no Vale do Swat, região que é reduto dos insurgentes, na fronteira com o Afeganistão. Ele responde diretamente a Baitullah Mehsud, líder do Taleban no Paquistão. Em 2007, Fazlullah organizou um exército de cerca de mil rebeldes bem armados, que acabou ganhando o controle do Swat. A conquista inaugurou uma nova fase do conflito com o Taleban, deslocando os confrontos para as regiões tribais do Paquistão.Para dominar o vale, o "mulá da FM" e seus seguidores aterrorizaram a população local, promovendo decapitações, execuções públicas, queimando escolas para meninas e destruindo prédios do governo.Além da ofensiva paquistanesa, as regiões tribais do Waziristão do Sul foram alvo ontem de ataques de aviões não-tripulados dos EUA. As principais ações ocorreram num campo de treinamento no subdistrito de Ladah e no vilarejo de Makeen, terra natal de Mehsud. Pelo menos 45 rebeldes foram mortos. O Exército paquistanês prepara uma grande ofensiva contra Mehsud, que, segundo militares, é responsável por 90% dos atentados. Oficialmente, o Paquistão condena os ataques dos EUA em seu território. No entanto, após as ações de ontem - que aparentemente foram coordenadas, apesar de as autoridades não confirmarem -, ficará mais complicado para Islamabad criticar os ataques americanos publicamente, como fez no passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.