Ataque terrorista deixa 13 mortos e nove feridos na Argélia

Treze pessoas morreram e outras nove ficaram feridas nos arredores de Argel, numa explosão de um ônibus. As suspeitas são de que a explosão tenha sido provocada por extremistas islâmicos, segundo informou a agência oficial APS neste sábado. Um grupo de cinco ou seis homens atacou o ônibus na noite de sexta na cidade de Eucalyptus, cerca de 20 quilômetros ao Sul da capital, Argel. Eucalyptus fica numa área conhecida como ?triângulo da morte?, por causa dos diversos ataques terroristas que têm acontecido nos últimos dez anos; estima-se que 120 mil argelinos tenham morrido nesse período, vítimas de ataques dos extremistas islâmicos. A área foi dominada pelo Grupo Islâmico Armado, apontado como responsável por vários massacres; as forças do governo afirmavam ter restabelecido o controle sobre a região há dois anos. O ataque da sexta-feira à noite foi o terceiro cometido contra ônibus nas últimas três semanas, e especula-se que eles sinalizem uma nota estratégia do novo líder do Grupo Islâmico Armado, Rachid Abou Tourab. Milhares de argelinos usam ônibus para chegar às praias, mas a permanência de homens e mulheres juntos em praias é condenada pelos extremistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.