Laura Boushnak para The New York Times
Laura Boushnak para The New York Times

Ataque terrorista deixa pelo menos 30 mortos na Nigéria

De acordo com autoridades do país africano, o Estado Islâmico da África Ocidental, grupo ligado ao Boko Haram, seria o responsável pelo atentado

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2020 | 14h26

KANO, NIGÉRIA – Pelo menos 30 pessoas morreram durante um ataque terrorista na noite do último domingo, 9, na região nordeste da Nigéria. De acordo com autoridades locais, o grupo jihadista Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP, na sigla em inglês) é o responsável pelo ataque.

Apesar do nome indicar uma relação com o Estado Islâmico (ISIS), o grupo tem vinculação com o Boko Haram, facção terrorista africana que surgiu em 2016, agindo principalmente na região nordeste da Nigéria, próximo a fronteira com o Níger.

“Os insurgentes mataram pelo menos 30 pessoas, a maioria passageiros que viajavam pela estrada entre Maiduguri e Damaturu, e incendiaram veículos”, anunciou em um comunicado um porta voz do governo local.

Ainda de acordo com as autoridades nigerianas, mulheres e crianças que sobreviveram ao ataque teriam sido sequestradas pelo grupo terrorista.

Tudo o que sabemos sobre:
Nigéria [África]Boko Haram

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.