Ataques a Beirute deixam pelo menos quatro mortos

Pelo menos quatro civis morreram e 10ficaram feridos nos bombardeios israelenses que esta manhã (horário local) destruíram quatro pontes e deixaram Beirute isolada do norte doPaís. Yaruij al-Kanany, porta-voz da Cruz Vermelha libanesa, disse que duas pessoas foram encontradas mortas sob os escombros da ponte de Halep, passagem principal da estrada que une a capital àcidade de Trípoli, norte do país. "A ponte foi feita em pedaços. Encontramos dois mortos e quatroferidos", afirmou. Kanany acrescentou que outros dois corpos foram retirados pelas equipes de socorro na ponte de Matfun, que vai da capital a Batrum, também no norte. Três feridos foram resgatados na ponte de Mameltek, a primeira atacada a ser atacada, e levados ao hospital de Yunis, uma área montanhosa de maioria cristã, ao norte da capital. Esta foi a região mais atacada por Israel, cuja aviação destruiu também a ponte da localidade de Casino. Um ferido foi retirado dosEscombros. Caças-bombardeiros israelenses inutilizaram a estrada entre Tareya e Afka, que une Beirute ao vale de Bekaa através das montanhas. Poucas horas antes, o secretário-geral do Hezbollah, xeque Hassan Nasrallah, havia ameaçado bombardear Tel-Aviv, caso Israel continue atacando a capital libanesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.