REUTERS/Ahmed Malik
REUTERS/Ahmed Malik

Ataques a bomba matam 37 pessoas e ferem mais de 50 no Iraque

Atentados ocorreram em Bagdá: um carro-bomba explodiu próximo a uma igreja, enquanto outra bomba destruiu um mercado ao ar livre

Reuters

25 de dezembro de 2013 | 11h39

Atualizado às 14h20   BAGDÁ - O número de cristãos mortos em dois ataques no Iraque no dia de Natal subiu para 37. No primeiro atentado, um carro-bomba explodiu próximo a uma igreja em Bagdá, capital do país, durante uma missa e deixou pelo menos 26 pessoas mortas e outras 38 feridas.  Segundo as autoridades iraquianas, o atentado ocorreu próximo ao bairro Dora, que concentra uma pequena população cristã.

No outro incidente, uma bomba explodiu em um mercado ao ar livre perto da área cristã de Athorien, matando 11 pessoas e ferindo 21. A comunidade cristã no Iraque é estimada entre 400 mil e 600 mil pessoas e tem sofrido frequentes ataques da Al Qaeda e de outros grupos de radicais.

Os incidentes ocorrem no momento em que as forças de segurança do país estão realizando uma forte operação militar no deserto ocidental à procura de membros da Al Qaeda, na fronteira com a Síria.

Com os ataques de hoje, o número de pessoas assassinadas este mês no Iraque chegou a 441. Segundo estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 8 mil pessoas foram mortas desde o começo do ano.

(As informações são da Associated Press)

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.