Ataques aéreos da OTAN deixam 6 mortos em Trípoli

Fontes líbias informaram que Kadafi não foi atingindo por bombardeios

estadão.com.br com AP

12 de maio de 2011 | 08h57

TRÍPOLI - A OTAN realizou nesta quinta-feira, 12, ataques aéreos sobre o complexo residencial de Muamar Kadafi em Trípoli, matando 6 pessoas, segundo informações obtidas pela agência AFP com um funcionário do governo. Os ataques acontecem horas após Kadafi ter feito um pronunciamento na televisão estatal.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia

 

Segundo a rede de notícias CNN, fontes do governo líbio informaram que Kadafi está bem e não foi ferido durante os bombardeios.

 

Funcionários do governo e a televisão estatal disseram à Associated Press que os ataques, executados com 4 mísseis, tinham como alvo Bab al-Azaziya, o complexo de Kadafi em Trípoli. Porém não especificaram quais dos edifícios haviam sido afetados.

 

Médicos no local informaram à AP que pessoas morreram no ataque e que corpos estavam sendo resgatados do complexo, mas sem dar maiores detalhes.

 

O complexo de Kadafi tem sido alvo de frequentes ataques recentemente, incluindo um no dia 30 de abril, no qual morreu o filho do líder líbio, Seif al-Arab. Funcionários líbios disseram que Kadafi estava dentro do complexo durante o ataque, mas que escapou ileso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.