Ataques aéreos em Gaza deixam 1 morto e 17 feridos

Ataques aéreos israelenses na Faixa de Gaza mataram um militante e feriram outros 17 palestinos neste sábado, enquanto um foguete lançado do território palestino deixou um israelense gravemente ferido, informaram autoridades militares locais.

AE, Agência Estado

23 de junho de 2012 | 10h31

Os israelenses convocaram para este sábado uma reunião de emergência para discutir como lidar com a última onda de violência na região, segundo um porta-voz militar, o tenente-general Benny Gantz.

Apenas neste sábado, militantes de Gaza lançaram 20 foguetes e morteiros na direção de Israel, elevando para 150 o número de ataques ocorridos esta semana.

A retomada da violência na fronteira de Israel com os territórios palestinos é uma das mais graves em vários meses. Mais de um milhão de pessoas que vivem no sul de Israel estão ao alcance de foguetes e os militares aconselharam os residentes que se certifiquem de que podem fugir rapidamente para abrigos antiaéreos.

As agressões começaram na segunda-feira, quando dois militantes se infiltraram em Israel através da Península do Sinai e mataram um trabalhador árabe-israelense que fazia parte de uma equipe que construía uma cerca fronteiriça de segurança justamente para evitar ataques deste tipo.

Desde então, militantes de Gaza vêm atacando Israel com foguetes e morteiros, ferindo vários israelenses e danificando edifícios. Israel respondeu com ataques aéreos que, até o momento, já mataram pelo menos nove palestinos e feriram mais de 20 pessoas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
IsraelPalestinaataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.