EFE
EFE

Ataques aéreos matam 23 pessoas no Iêmen

Segundo fontes de segurança, mortos eram combatentes ligados à rede extremista Al-Qaeda

Agência Estado,

10 de março de 2012 | 10h18

Sanaa, 10 - Ataques aéreos contra supostos milicianos islâmicos no Iêmen mataram pelo menos 23 pessoas no fim da noite de sexta-feira, 9, informaram fontes nos serviços de segurança neste sábado, 10.

De acordo com as fontes, todos os mortos estavam em uma área montanhosa da província de Al-Bayda e eram combatentes ligados à rede extremista Al-Qaeda.

Moradores da região onde ocorreram os bombardeios afirmaram que os ataques foram realizados por aviões de guerra norte-americanos. As informações são da Dow Jones. (Ricardo Gozzi)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.