Ataques atribuídos ao Boko Haram matam 54 na Nigéria

Autoridades da Nigéria informaram que 54 pessoas foram mortas em dois ataques no norte do país supostamente promovidos por extremistas islâmicos.

AE, Agência Estado

27 Maio 2014 | 15h52

O chefe da polícia local, Abdullahi Mohammed, afirmou que possivelmente membros do Boko Haram mataram 24 soldados e 21 policiais na cidade de Buni Yadi, no estado de Yobe. No estado de Borno, o representante do governo local Nglamuda Ibrahim informou que homens armados suspeitos de pertencerem ao Boko Haram mataram nove pessoas em duas vilas. Os dois casos ocorreram na noite de segunda-feira.

Segundo Ibrahim, na cidade de Ashigashiya os homens atiraram em moradores, queimaram as casas deles e hastearam bandeiras com dizeres em árabe. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
NIGÉRIA ATAQUES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.