Ataques contra forças de segurança matam 5 no Iraque

Diversas pessoas ficaram feridas após uma série de ataques envolvendo bombas

Agência Estado

13 Maio 2012 | 12h42

Uma série de ataques a bomba, a maioria contra forças de segurança, matou cinco pessoas no Iraque e deixou diversas feridas neste domingo, disseram autoridades médicas e de segurança.

Duas pessoas, uma delas um primeiro-tenente do exército iraquiano, foram mortas quando um homem-bomba em um carro atacou um posto de fronteira do exército iraquiano em Fallujah, na província sunita de Anbar, afirmou um capitão da polícia. Ele disse que seis pessoas, entre elas quatro soldados, ficaram feridas no atentado.

Em Ramadi, a capital província de Anbar, uma bomba em um carro estacionado detonou quando uma patrulha da polícia passava, ferindo pelo menos seis pessoas, entre elas quatro policiais.

Duas pessoas morreram quando uma bomba fixada ao carro em que estavam explodiu em Iskandiriyah, no sul de Bagdá, disse a polícia. Em outro ataque, um artefato foi detonado perto da casa de um soldado na cidade de Himreen, na província de Diyala, matando a mãe do soldado e deixando a irmã dele ferida.

No bairro Mansur, também na capital iraquiana, um homem-bomba feriu quatro pessoas, disse uma autoridade do Ministério do Interior. Ele acrescentou que policiais balearam o suspeito antes de ele chegar a um posto de fronteira, mas o suicida conseguiu se detonar. No distrito de Karrada, em Bagdá, cinco pessoas ficaram feridas em dois ataques sucessivos com bomba. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.