Ataques contra xiitas e militares matam 45

Ao menos 45 pessoas, entre elas mulheres e crianças, morreram e 205 ficaram feridas ontem em atentados contra a comunidade xiita e as forças de segurança no Iraque, colocando mais uma vez em questão a capacidade do governo de garantir a segurança do país. Na cidade de Hilla, duas bombas explodiram na passagem de um grupo de peregrinos xiitas, matando 33 e ferindo 196. Na cidade santa xiita de Kerbala, um carro-bomba matou 5 pessoas. Atentados em Falluja e Mossul mataram 3 civis, 1 policial e 3 soldados.

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2012 | 23h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.