Ataques da Otan continuarão durante o Ramadã

O ministro das Relações Exteriores da França, Alain Juppé, disse ontem que as operações militares na Líbia continuarão em agosto, quando será celebrado o Ramadã no mundo islâmico. Segundo o chanceler, a única alternativa é a assinatura de um cessar-fogo até o fim de julho, mas, para isso, Kadafi deve deixar o poder. O pedido para que os ataques continuem foi feito pelos rebeldes, que temem a reorganização de forças do ditador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.