Ataques das Farc deixam mortos na Colômbia

Combate causou a morte de civis, soldados e policiais

Efe,

28 de novembro de 2010 | 02h32

BOGOTÁ - Cinco pessoas morreram neste sábado, 27, entre elas três civis, em dois ataques da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ocorridos em departamentos do sudoeste da Colômbia, informaram fontes policiais e militares.

 

O fato mais grave aconteceu nas cercanias da localidade de Leiva, no limite dos departamentos de Cauca e Nariño, durante combates entre soldados do batalhão Boyacá e guerrilheiros da frente 29 das Farc.

 

Os combates causaram a morte de civis que realizavam trabalhos de erradicação manual de folha de coca na região e de um soldado, informou o brigadeiro-general Jorge Eliécer Pinto, comandante da Brigada 22 do Exército, citado pela RCN Rádio.

Outros sete erradicadores ficaram feridos nos confrontos, que aconteceram enquanto os militares faziam a segurança desses trabalhadores.

 

Por outro lado, no município de Puerto Asís, no departamento de Putumayo, um policial e uma mulher morreram depois que desconhecidos abriram fogo contra o veículo no qual estavam.

 

O ataque, atribuído às Farc, deixou mais três pessoas feridas, informou o comandante da polícia do Putumayo, segundo a Rádio Caraco.

Tudo o que sabemos sobre:
Farc, Colômbia, ataque, confronto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.