Ataques de Israel podem custar a Gaza US$ 1,2 bi

O bombardeio de oito dias de Israel contra a Faixa de Gaza pode custar mais de US$ 1,2 bilhão em danos diretos e indiretos, afirmou neste domingo Taher al-Nunu, porta-voz do grupo islâmico Hamas.

EQUIPE AE, Agência Estado

25 de novembro de 2012 | 16h34

Em entrevista coletiva concedida na Cidade de Gaza, ele disse que os danos diretos causados pelos ataques aéreos israelenses provocaram custo de US$ 545 milhões, enquanto os custos indiretos já somam US$ 700 milhões.

Segundo Nunu, a operação israelense destruiu 200 casas e danificou cerca de 8 mil residências, além de destruir 42 edifícios não residenciais, incluindo a sede do governo da facção islâmica.

De acordo com o Ministério de Saúde do Hamas, o conflito deixou 166 moradores de Gaza mortos, a maioria civis, e outras 1.235 pessoas feridas. Em Israel, o lançamento de foguetes a partir de Gaza matou seis israelenses e deixou mais de 240 feridos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GazaHamasofensivacustos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.