Ataques de separatistas desafiam cessar-fogo

Ofensiva começa horas depois de o cessar-fogo unilateral ordenado pelo presidente ucraniano, Petro Poroshenko, passar a vigorar

O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2014 | 15h28

 KIEV - Separatistas pró-Moscou atacaram na madrugada de ontem postos de controle das autoridades ucranianas na fronteira com a Rússia e uma base militar da Ucrânia, segundo as forças do governo de Kiev. 

Os ataques ocorreram horas depois de o cessar-fogo unilateral ordenado pelo presidente ucraniano, Petro Poroshenko, começar a vigorar. 

Um porta-voz das forças oficiais afirmou que os separatistas atacaram com granadas de morteiro e atiradores de elite – e feriram nove soldados. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
UcrâniaPetro Poroshenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.