Ahmed Malik/Reuters
Ahmed Malik/Reuters

Ataques deixam ao menos 16 mortos no Iraque

Cadeia de ataques aconteceu em diferentes bairros do oeste de Bagdá e na cidade de Tikrit

Efe,

31 Maio 2012 | 08h59

Texto atualizado às 10h43

BAGDÁ - Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas nesta quinta-feira, 31, em uma cadeia de ataques em diferentes bairros do oeste de Bagdá e na cidade de Tikrit, 170 quilômetros ao norte da capital iraquiana, segundo uma fonte do Ministério do Interior.

A fonte explicou à Agência Efe que duas pessoas morreram e outras sete ficaram feridas pela explosão quase simultânea de três artefatos diante de duas casas no distrito de Al Ameriya, em Bagdá.

Em outro ataque, quatro pessoas morreram e 11 ficaram feridas pela detonação de um carro-bomba na entrada do bairro de Al Shola, também na capital iraquiana.

A explosão de outro carro-bomba na zona de Al Yarmouk, ainda no oeste de Bagdá, ocasionou a morte de outra pessoa e feriu outras quatro.

O ataque tinha como alvo a residência de um conselheiro do Governo iraquiano, identificado como Gamal el Din Mohammed, que não estava em casa.

No distrito de Al-Dura, também em Bagdá, quatro policiais ficaram feridos pela explosão de uma bomba que atingiu sua patrulha.

Em um atentado similar, quatro pessoas ficaram feridas na área de Al Gazaliya, ainda na capital iraquiana.

Na cidade de Tikrit, um policial morreu pela detonação de uma bomba à passagem do comboio no qual viajava pelo bairro de Al Qadesiya. 

 

Mais conteúdo sobre:
BagdáIraqueatentadosmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.