Ataques deixam nove insurgentes mortos no Paquistão

Entre as vítimas estão dois supostos comandantes do Taleban; investidas ocorreram no Vale do Swat

Associated Press,

04 de outubro de 2009 | 13h05

Forças de segurança do Paquistão mataram nove insurgentes durante combates na região do Vale do Swat, informaram neste domingo, 4, autoridades militares. Segundo as fontes, duas das vítimas eram comandantes de milícias.

 

No sábado, três rebeldes foram mortos e outros 16 presos no Vale do Swat, segundo um comunicado emitido pelos militares. No domingo, em outra batalha, seis milicianos, entre eles os comandantes Nurul Amin y Fazl-e-Rabbi, foram mortos pelo Exército e um corpo especial da Polícia.

 

O Paquistão conseguiu derrotar quase por completo a insurgência Taleban na região nos últimos meses e agentes de espionagem dizem que o governo se prepara para uma grande ofensiva contra a Al Qaeda e o Taleban no Waziristão do Sul, reduto das milícias. Os EUA esperam que o Paquistão possa eliminar os campos dos insurgentes que atacam as forças americanas e da Otan a partir do outro lado da fronteira, no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoTalebanVale do Swat

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.