Ataques em bares deixam 14 mortos no México

Pelo menos 14 pessoas morreram em três ataques ocorridos em bares no norte do México, afirmaram hoje autoridades do país. No Estado de Coahuila, na fronteira com o Estado norte-americano do Texas, nove pessoas morreram e outras onze ficaram feridas na tarde de ontem, quando homens armados abriram fogo dentro de dois bares em ataques separados, afirmaram procuradores do Estado num comunicado.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 20h23

Cinco pessoas foram mortas na noite de ontem num bar em Ciudad Juárez, uma cidade infestada por cartéis, declarou o porta-voz do Ministério Público do Estado de Chihuahua, Arturo Sandoval.

Num outro sinal da violência provocada pelo tráfico de drogas no país, a polícia encontrou os corpos de quatro homens dentro de uma lata de lixo em Acapulco. Três das vítimas tiveram suas gargantas cortadas. O corpo de um quinto homem foi achado ao longo de uma rodovia, revelaram procuradores do Estado de Guerrero, onde Acapulco está localizada.

Mais de 35 mil pessoas foram mortas pela violência relacionada ao tráfico de drogas desde que o presidente do México, Felipe Calderón, lançou uma ofensiva militar contra as quadrilhas logo depois de assumir o governo, em dezembro de 2006. Também hoje, soldados mataram quatro supostos traficantes em um confronto no Estado de Nayarit, afirmou o Departamento de Defesa num comunicado. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoviolênciatráficodrogasmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.