Omar Sobhani/Reuters
Omar Sobhani/Reuters

Ataques em Cabul deixam pelo menos 6 mortos

Insurgentes atacaram área onde fica embaixada americana enquanto suicidas invadiam prédios da polícia

AE, Agência Estado

13 Setembro 2011 | 11h09

CABUL - Insurgentes do Taleban dispararam granadas propelidas por foguete e tiros de rifles de assalto contra a embaixada dos Estados Unidos, a sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e outros prédios no coração da capital afegã nesta terça-feira, enquanto suicidas invadiam prédios da polícia, num ataque que mostrou a capacidade dos militantes de levar sua luta para as proximidades do poder ocidental no Afeganistão.

As investidas coordenadas - dois dias depois de os Estados Unidos lembrarem o 10º aniversário dos atentados de 11 de Setembro - trazem uma inquietante mensagem para os líderes ocidentais e seus aliados afegãos sobre a capacidade de resistência e o alcance da rede do Taleban.

Foi o terceiro grande ataque em Cabul desde junho, levantando dúvidas sobre a capacidade dos afegãos de manter a segurança de seu próprio país enquanto as tropas norte-americanas e de outros países se preparam para deixar o país até o final de 2014.

Tanto a embaixada dos Estados Unidos quanto a Otan disseram que seus funcionários não ficaram feridos. Funcionários afegãos informaram que disse que quatro policiais e dois civis morreram. O Ministério do Interior disse que 15 pessoas ficaram feridas em toda a capital, quatro das quais se feriram em pelo menos dois ataques suicidas na parte oeste de Cabul.

Homens armados dispararam de um prédio em construção de nove andares na praça Abdul Haq, que fica a cerca de 300 metros da embaixada dos Estados Unidos. Funcionários afegãos disseram que o ataque começou quando cerca de seis insurgentes tomaram o prédio e começaram a disparar na direção da embaixada e da sede da Otan.

 

Resposta

A coalizão militar disse que insurgentes estavam disparando granadas propelidas por foguetes e tiros de armas pequenas. "Uma resposta liderada pelos afegãos está a caminho contra o ataque perto da embaixada e da sede da Otan", informou a aliança militar em comunicado.

A polícia de Cabul disse que pelo menos sete insurgentes estiveram envolvidos nos ataques na cidade. Quatro participaram do ataque realizado do prédio e três tentaram realizar atentados suicidas.

Todos os suicidas foram mortos pela polícia. Um deles na estrada que leva ao aeroporto da capital e dois quando tentavam atacar prédios da polícia afegã na região oeste de Cabul. "A batalha continua", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Sadiq Sadiqi.

 

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão ataques Cabul EUA Otan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.