Ataques em série deixam pelo menos 33 mortos em várias cidades iraquianas

Pelo menos 33 pessoas foram mortas ontem no Iraque - 18 delas integrantes das forças de segurança do país - em atentados ocorridos em várias cidades. Em Bagdá, o pior ataque deixou nove mortos após a explosão de um carro-bomba. Ao sul da capital, sete soldados foram assassinados em diferentes ações. Em Kirkuk, quatro pessoas da mesma família morreram esfaqueadas e cinco suicidas, que tentaram explodir uma instalação militar, foram mortos antes de concretizar a ação. Em um posto policial de Tikrit, quatro policiais foram vítimas de um atentado. Três membros do Despertar, milícia sunita que combateu a Al-Qaeda e faz parte das forças de segurança, foram mortos em Balad.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.