Ataques impedem saída de soldados da ONU

Intensos bombardeios das forças do ditador da Síria, Bashar Assad, impediram que os 21 soldados filipinos das forças de paz da ONU capturados pelos rebeldes sírios na quarta-feira, nas proximidades das Colinas do Golan, fossem libertados ontem, afirmaram os insurgentes. As Nações Unidas pedem um breve cessar-fogo nos confrontos, para que seus homens possam ser devolvidos em segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.