Ataques matam 40 iraquianos

Após algumas semanas com menos violência, ataques suicidas mataram mais de 40 pessoas e feriram centenas ontem no norte do Iraque. No atentado mais letal, dois homens-bomba detonaram os explosivos que carregavam, em Baquba, matando 35 recrutas iraquianos e ferindo 68. Na semana passada, o governo havia anunciado que intensificaria as ações contra militantes em Baquba e outras cidades no norte, como ocorreu na Província de Anbar. A Al-Qaeda vem tentando acirrar a tensão étnica na região - que abriga muçulmanos xiitas, sunitas e curdos. Os iraquianos que se dispõem a entrar no Exército são os principais alvos do grupo terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.