Ataques matam 56 agentes de segurança no Iêmen

Uma suposta ofensiva da Al-Qaeda matou, pelo menos, 56 policiais e soldados em três ataques simultâneos no sul do Iêmen nesta sexta-feira, segundo fontes do Exército e moradores locais.

AE, Agência Estado

20 Setembro 2013 | 09h17

Dois dos três ataques na província de Shabwa, um reduto da Al-Qaeda, envolveram veículos carregados com explosivos. O incidente mais sangrento ocorreu quando uma bomba explodiu em um acampamento militar, matando 38 soldados responsáveis pela segurança de campos de petróleo na região.

De acordo com o Ministério de Defesa, agentes de segurança do Iêmen frustraram um quarto ataque. As forças oficiais "frustraram nesta sexta-feira um ataque terrorista ao interceptar um carro-bomba carregado que tinha como alvo a região de Ain Ba''maabad e o terminal de gás Balhaf (na província de Shabwa), fazendo com que o veículo explodisse e matasse os terroristas", disse um comunicado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Iêmenviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.