Ataques matam 6 no Iraque, dizem fontes

Bombas e homens armados mataram seis pessoas no Iraque neste domingo, quatro deles da mesma família, disseram fontes de segurança. Quatro membros de uma família, três deles mulheres, foram mortos a tiros por homens armados de madrugada no oeste de Bagdá, segundo uma fonte do Ministério do Interior.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2011 | 09h58

Além disso, bombas mataram dois civis em carros e feriram outro em Kirkuk, uma província no norte do país, disseram policiais. No oeste de Kirkuk, a polícia encontrou o corpo do líder de uma milícia contrária à Al-Qaeda, que havia sido sequestrado há uma semana. Não se sabe quando ele morreu.

A violência diminuiu no Iraque em comparação com o pico de 2006 e 2007, mas os ataques com bombas, tiroteios e sequestros seguem como rotina. O enviado das Nações Unidas para o Iraque, Ad Melkert, disse neste mês que os incidentes violentos ainda ocorrem a uma média de 25 por dia, mas reconhece que o número é "muito menor do que costumava ser". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.