Ataques matam oito agentes de segurança no Iraque

Autoridades do Iraque informaram nesta quarta-feira que ataques suicidas contra forças de segurança em uma cidade disputada por governo e rebeldes no oeste do país mataram pelo menos oito agentes de segurança.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2014 | 12h25

Um policial disse que dois suicidas detonaram os carros cheios de bombas em postos de controle de segurança que levavam ao comando militar de operações na cidade de Ramadi na quarta-feira, matando cinco soldados e três policiais. Segundo ele, 14 pessoas ficaram feridas no ataque. Uma autoridade médica confirmou o número de vítimas. Ambos falaram sob condição de anonimato porque não estão autorizados a conversar sobre o assunto com a mídia.

Em dezembro, grupos militantes inspirados na Al-Qaeda assumiram o controle de partes de Ramadi, capital da província de Anbar, dominada por sunitas, e do centro da cidade vizinha Falluja. Desde então, forças de segurança do governo e milícias tribais aliadas têm lutado para expulsar os militantes. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueataquesagentesrebeldesramadi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.