Ataques matam pelo menos 23 no Iraque nesta 2ª

Um duplo ataque a escritórios de dois partidos políticos curdos ao norte de Bagdá e outros ataques no Iraque mataram pelo menos 23 pessoas nesta segunda-feira, informaram autoridades.

Agência Estado

09 de junho de 2014 | 09h30

O ataque duplo aconteceu na cidade de Tuz Khormato, 200 quilômetros ao norte de Bagdá, quando um suicida dirigiu um veículo lotado de explosivos na direção de um posto de verificação de uma via que dá acesso aos escritórios da União Patriótica do Curdistão e do Partido Comunista do Curdistão, por volta do meio-dia desta segunda-feira.

Segundo o prefeito da cidade, Shalal Abdoul, outro caminhão-bomba explodiu, supostamente detonado por controle remoto, quando pessoas se dirigiam para o local da primeira explosão. No total, 15 pessoas morreram e 110 ficaram feridas, disse ele. Várias casas e carros ficaram destruídos por causa do ataque.

No domingo, um suicida e um carro-bomba explodiram nas proximidades do escritório da União Patriótica na cidade de Jalula, noroeste da Bagdá, na província de Diyala, matando 19 pessoas.

Também nesta segunda-feira, homens armados abriram fogo contra um posto de verificação a nordeste de Bagdá, matando seis soldados e dois policiais.

Em Bagdá, homens armados mataram um corretor de imóveis após realizar vários disparos contra seu escritório, na região leste da capital. Um funcionário do governo foi morto quando uma bomba, que havia sido colocada em seu carro, explodiu no leste de Bagdá.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU) 8.868 pessoas foram mortas no Iraque em 2013. A missão da ONU informou que maior foi o mês mais violento deste ano até agora, com 799 iraquianos mortos por causa da violência, dentre eles 603 civis. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraqueataquesmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.