Ataques matam três soldados da Otan no Afeganistão

Vários ataques através do Afeganistão mataram três membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), uma autoridade do governo afegão e três policiais neste domingo. Autoridades informaram também que rebeldes mataram seis afegãos de um grupo de 32 soldados que foram sequestrados na semana passada. Este grupo trabalhava inutilizando minas colocadas no solo. Os corpos de cinco dos soldados desaparecidos foram recuperados decapitados.

AE, Agência Estado

10 de julho de 2011 | 11h56

Um ataque de bomba no sul da província de Helmand matou um soldado dinamarquês que estava fazendo a patrulha da área, enquanto dois outros membros da Otan foram mortos em ataques de rebeldes no sul e no leste. O exército dinamarquês informou que o soldado chegou a ser levado para um hospital mas não resistiu aos ferimentos. A Dinamarca está iniciando a retirada de suas unidades de combate este ano e irá atuar no treinamento de forças afegãs. A Otan não informou a nacionalidade dos outros membros mortos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtanataque a soldados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.