Ataques na região da Caxemira deixam 14 mortos

Pelo menos 14 pessoas morreram hoje e nove ficaram feridas, quatro em estado grave, em um ataque contra um acampamento militar da Índia na região da Caxemira, na fronteira com o Paquistão. Segundo a polícia, provavelmente o ataque foi realizado por extremistas suicidas do grupo Lashkar-e-Toiba, mas até agora nenhum grupo reivindicou o atentado. Os ataques aumentaram a segurança no estado de Jammu, onde o presidente indiano A.P.J Abdul Kalam faz uma visita oficial de três dias. A Índia acusa o Paquistão de patrocinar terroristas que lutam pela independência da Caxemira. Desde 1947, os dois países já promoveram três guerras na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.