Ataques no Iraque deixam 11 mortos

Em mais uma onda de ataques, 11 pessoas foram mortas no Iraque nesta quinta-feira, incluindo quatro soldados, disseram hoje funcionários do governo. A escalada da violência no país já provocou cerca de 420 mortes em maio.

Agência Estado

23 de maio de 2013 | 17h01

Segundo fontes do setor de segurança e médicos do governo, homens armados atacaram um posto de controle em Taji, cidade situada ao norte de Bagdá, matando quatro soldados e ferindo cinco pessoas.

Também ao norte da capital, próximo de Baquba, uma bomba na calçada de um mercado matou outras quatro pessoas e feriu outras duas, enquanto em outro ataque homens armados mataram dois policiais e feriram mais duas pessoas.

Em Mossul, no norte do Iraque, um civil morreu, enquanto em Tikrit, também ao norte de Bagdá, uma bomba feriu dois policiais depois de explodir próxima a uma patrulha da polícia.

Na véspera, 22 pessoas morreram em ataques. Ainda que a violência no Iraque esteja menos intensa do que em 2006 e 2007, mais de 200 pessoas morreram em cada um dos cinco primeiros meses do ano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.